Gorduras trans | O que é e por que devemos evitá-las?

As gorduras trans formam-se através de um processo industrial chamado hidrogenação, utilizado na indústria alimentar para solidificar gorduras, retardar a sua oxidação, diminuir a sua sensibilidade aos efeitos do calor e tornar os óleos de cozinha mais estáveis, aumentando a sua longevidade. São graças à hidrogenação que as margarinas se mantêm sólidas à temperatura ambiente, por exemplo.

Os malefícios da gordura trans

Os alimentos que as contêm são práticos de usar e não se estragam com tanta facilidade, o que é positivo para qualquer consumidor. O problema é que, para as artérias, os ácidos gordos trans, apesar de insaturados, parecem e comporta-se como saturados, aumentando os níveis de colesterol, um dos grandes fatores de risco das doenças cardiovasculares.

gorduras trans

E pior: vários estudos demonstram que os ácidos gordos trans não só aumentam os níveis de colesterol LDL (‘mau’) e de triglicérides no sangue como baixam os níveis de colesterol HDL (‘bom’), tendo igualmente efeitos negativos sobre as membranas celulares e o sistema imunitário.

Suspeita-se ainda que possam acelerar o envelhecimento e contribuir para estados inflamatórios e processos cancerígenos. Ou seja, as gorduras trans prolongam a vida dos alimentos pré-confeccionados que compramos no supermercado, mas tudo indica que podem diminuir a nossa.

Alimentos ricos em gordura trans (a evitar)

A maioria das margarinas, as batatas fritas (de pacote e caseiras), a fast food, alguns cereais de pequeno-almoço, muitas refeições congeladas e grande parte dos bolos, bolachas e snacks industriais são ricos em ácidos gordos trans.

Atenção aos rótulos: se o produto tiver ‘gordura parcialmente hidrogenada’ ou ‘vegetable shortening’, é preferível para a sua saúde não comprar o produto. Sobretudo se elas estiverem no início da lista de ingredientes, porque isso significa que o seu teor é muito elevado.

Evite também os alimentos fritos em óleos vegetais polinsaturados, como os de milho, de girassol e de soja, já que estes óleos também se tornam trans quando são aquecidos (embora não haja esse problema quando são consumidos crus). Estas medidas são especialmente importantes para quem já consome regularmente bastantes gorduras saturadas de origem animal.

Costuma-se exagerar na carne, nos ovos, nos lacticínios gordos e na manteiga, consumir ainda por cima gorduras trans pode estar a estragar a sua saúde muito rapidamente.

Autor: Marcos Sabino

Marcos Sabino criou o Tá Fitness em 2012. Licenciou-se em Comunicação Social na Universidade do Minho, onde também tirou o mestrado. Trabalhou 4 anos na Prozis, em Portugal, e em 2014 mudou-se para Inglaterra onde trabalha desde então na Myprotein. Possui um canal no Youtube onde dá dicas de nutrição e suplementação e um perfil no Instagram (@marcossabinofitness).

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *