Posso fazer flexões para perder o “músculo do adeus”?

Se ter glúteos definidos é importante, o abdominal vem logo a seguir e os tríceps (também conhecidos, no seu singular, por “músculo do adeus”) não se deixam ficar para trás. Deparei-me há alguns dias, mais uma vez, com a seguinte questão: “O que é que eu faço para tirar isto? É flexões que tenho de fazer?” (lançando um olhar de terror ao pobre descaído trícep).

Ora bem, por onde começar? Fiquei uns segundos a olhar para a senhora, inspirei, peguei na minha picareta imaginária e lá vamos nós partir mais umas pedras…

Se qualquer ser humano quiser perder gordura, volume, ficar sem a “prega”, seja em que parte do corpo for, tem apenas duas hipóteses: 1) fazer actividades que permitam metabolizar as gorduras em excesso (aulas, por exemplo, de abdominais ou outras localizadas não serão tão eficazes) 2) consultar um cirurgião plástico e só aconselho a segunda caso se enquadre em alguma das seguintes alíneas:

a) quer resultados extremamente rápidos e não tem vontade, motivação ou gosto em conseguir alcançar objectivos com o seu trabalho;

b) é extremamente preguiçosa e ao mesmo tempo suficientemente paciente para preferir o caminho mais longo e no verso da moeda mais fácil, independentemente das consequências deste;

c) tem um saldo bancário que lhe permite realizar vários tratamentos xpto e cirurgias plásticas (dizem que só custa a primeira e que são viciantes);

d) duas ou mais das alíneas anteriores.

gordura no tríceps

O que lhe posso garantir é que vai “perder” tanto a gordura acumulada nessa parte do corpo a fazer flexões como barriga a fazer abdominais. Ponto. Conseguiu perder barriga a fazer só abdominais? Parabéns, considere-se um ser humano especial, o próximo passo é usar esse dom para perder a gordura nos braços!

Se o seu objectivo é tonificar os tríceps, aumentar força ou resistência deles, então sim, faça flexões. Se o seu objectivo é perder gordura nessa zona, faça flexões (não lhe fazem mal nenhum) mas faça também aulas ou trabalho que lhe permita trabalhar grandes grupos musculares ao mesmo tempo, faça aulas que lhe permitam um elevado gasto calórico, mexa-se, no verdadeiro étimo da palavra, ou não haverá flexões, fundos, e “exerciciozinhos” que lhe valham!

Não se martirize a fazer um milhão de flexões (quem diz flexões diz outros exercícios localizados específicos para essa zona). Dance, corra, faça musculação, ou faça tudo! Mas por favor divirta-se a lutar pelo seu objectivo. No final vai valer muito mais a pena, outra coisa que garanto!

Não disse e nem tão pouco me atrevo a dizer que os exercícios de musculação localizados não irão resultar, vão ajudar sim. Mas aconselho-a vivamente a juntar à sua rotina de treino algo que a desafie um pouco mais ou terá de continuar a dizer adeus qual rainha de Inglaterra!

Autor: Marcos Sabino

Marcos Sabino criou o Tá Fitness em 2012. Licenciou-se em Comunicação Social na Universidade do Minho, onde também tirou o mestrado. Trabalhou 4 anos na Prozis, em Portugal, e em 2014 mudou-se para Inglaterra onde trabalha desde então na Myprotein. Possui um canal no Youtube onde dá dicas de nutrição e suplementação e um perfil no Instagram (@marcossabinofitness).

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *